Carregando...

Salto alto na medida certa!

No limite do salto

            A escolha sapato ideal deve obedecer não só a critérios estéticos, é importante levar em consideração o formato dos pés e o tempo de permanência com os sapatos. Nada mais frustrante do que comprar um sapato em que o salto parece elegantérrimo mas que não oferece cinco minutos de caminhar seguro e confortável.

Segundo uma fórmula desenvolvida pelo professor Paul Stevenson, da Universidade de Surrey, na Inglaterra, "a altura máxima para o salto de um sapato deveria ser de 12 cm. A partir dessa elevação, o pé da mulher fica num ângulo de quase noventa graus em relação ao solo, o que significa que a pressão exercida pelo peso do corpo na parte anterior do pé aumenta consideravelmente".  

Guarde os saltos para as ocasiões especiais, aconselha o ortopedista Fabio Ravaglia. Ele explica que os sapatos altos, por fazerem a pessoa andar na ponta dos pés, deslocam o peso do corpo para a região entre o “dedão” e o segundo dedo, sobrecarregando-os. Esse efeito é pior ainda se o modelo tiver salto e bico finos, pois além de prejudicar o equilíbrio, pode causar bolhas, joanetes e calos

 

 

  • Prefira os modelos de bico redondo ou quadrado, que acompanham a anatomia do pé. Ao provar um sapato de bico fino, preste atenção ao design, que deve começar a afunilar cerca de dois centímetros depois do dedo maior (geralmente o dedão ou o segundo dedo).
  • Se a intenção é ganhar altura com a ajuda do salto, prefira os do tipo plataforma ou Anabela, pois ao levantar também a frente do sapato, eles forçam menos o calcanhar.
  • Experimente sempre os dois pés do sapato, pois a grande maioria das pessoas tem um lado do corpo maior do que o outro (mesmo que essa diferença seja quase imperceptível a olho nu). Caminhe pela loja.
  • Jamais compre um sapato numa medida menor do que a sua. Segundo a podóloga Maria Margarida Nicoletti, trata-se de um hábito ainda bastante comum entre as mulheres.
  • Nem todo modelo de sapato se adapta a todo tipo de pé e  descarte os sapatos que você já tem, mas que machucam.
  • Não acredite que o sapato novo vá “lacear” com o tempo. É o pé que tem que se adaptar ao sapato, e não o contrário.

 

 

*Fonte: Site Qualicorp 

 

Como medir a altura do salto corretamente

 

 

Como medir altura do salto